AOS MISTÉRIOS

Sei que sou o paradigma da Criação, a obra-prima do Arquiteto do Universo - DEUS PAI TODO PODEROSO - .

Em minhas células, em meu sangue, correm as essências do Sol, da Lua, da Terra, da água, do fogo e do ar.

Tudo de bom e de ruim passam por mim, alterando minhas energias.

Meu Pai deu-me o livre arbítrio para absorver e gerar tanto o bem como o mal. Sobretudo, a luz dos mistérios do oculto, são por mim gerados.

Mas, nada poderá afetar minha vida, tanto material como espiritual, quando for digno de possuir as sete chaves dos mistérios, que constituem minha essência etérea.

Sou a luz e sou as trevas. Mesmo porque, sou o fruto da luz gerada no caos do negrume Primordial.

Sei que sou também, um mero grão de areia diante de Vosso Poder, oh Grande Pai, Senhor dos Céus e da Terra.

Sei que sou incapaz de desenvolver e utilizar todo o poder que colocastes em minhas mãos. E o pouco que sei, não utilizo para glorificar vossa Criação. Mas peço clemência pelos meus erros, vaidades, orgulhos tolos e prazeres vis. Rogo pela Vossa magnificência para que me dê a humildade e a sabedoria. Pois somente assim, terei a honra de "habitar no esconderijo do Altíssimo". E enquanto estiver em vosso "Eden", alcançarei o equilíbrio, a paz, a saúde do corpo, da mente e do espírito.

Sei também, que somente através das virtudes e boas ações, posso alcançar o GRANDE FLUXO MÁGICO, e a luz da sua Glória virá à mim.

A M E M