A OLIGARQUIA DOS MISTÉRIOS DE ILÚ SABBATH®

foto

Antes, quando se falava em sociedade iniciática, associávamos às temidas ordens da Idade Média com seus ritos macabros, ladainhas oníssonas de satanismo e as lendas de sacrifícios de virgens e crianças. Onde em muitas partes da Europa levou o terror e a morte a muitas vilas e até reinos, com seus bruxos, feiticeiros e sectos em volta de grandes fogueiras sob clareiras no topo das montanhas, onde suas ladainhas, cânticos, conjurações e gargalhadas ecoavam estranhamente à muitas milhas de distância. Tornando ainda mais insuportável o pesadelo dos pobres aldeões em noites intermináveis de vigília, que recorriam a todos os santos pelas suas almas e vida de seus filhos. Tais histórias foram exaustivamente explorada pela literatura tendenciosa e o cinema trash. Felizmente nem todas as Ordens Iniciáticas do período medieval das trevas eram perniciosas. Haviam grupos de bruxos, feiticeiros e curandeiras que dedicavam suas vidas em prol do semelhante. Sempre praticando seus rituais em cavernas ou porões, longe dos olhares curiosos e dos espiões inquisitórios; reunidos estritamente em família, mantendo uma vida social austera e religiosa segundo os padrões da época. Ocultando seus verdadeiros credos para fugir do confronto com chefes de Estado e da Igreja, em sua maioria, envolvidos com a magia perniciosa. Com efeito, quando localizava estes "filantropos", exterminava-os, inclusive sua prole. Neste universo insólito da Idade Média é que nasceu a Confraria de Ilú Sabbath®. Uma oligarquia (restrita a família), cujos primeiros fundadores eram conquistadores árabes, judeus e, principalmente um Príncipe chefe de tribos nômades dos desertos de Marrocos, Tunísia e Líbia. Através de alianças com famílias envolvidas com a cultura e a magia oriental, Ilú Sabbath® foi evoluindo e sobrevivendo por todos estes séculos. Estas alianças, em sua maioria, eram com a nobreza espanhola e hebraica. Cujos antepassados até o início do século XVIII, eram senhores absolutos de toda a Andaluzia, que compreende da Cordilheira dos Pirineus até o Mediterrâneo no Sul da Espanha: os BENITHEZ dominavam de Sevilha a Córdoba, os ORTHIZ o restante a Leste até a fronteira com Portugal.

Num covarde complô político da Igreja com o Reino, os principais nobres de ambas as famílias, foram capturados em emboscadas e executados. O Governador Geral de Andaluzia, Conde Benithez, foi esquartejado e seus membros expostos em cidades estratégicas de Andaluzia. A Igreja e o Reino tomou posse de todo o patrimônio. Mas a missão com a magia e a nobreza permaneceu no berço da família. Conciliando magistralmente as reuniões do Conselho da côrte no reino, inclusive da Rainha Maria Cristina e de Juan Carlos I, com as reuniões secretas dos líderes da revolução, a conhecida Guerra Civil Espanhola. A magia sempre este presente nas votações e orientações tanto nos Conselhos da côrte, como nas reuniões da revolução. Sobretudo a magia de Ilú Sabbath® sempre foi unir os desagregados, lutar pela justiça e a liberdade, dar a luz e a sabedoria dos mistérios à aqueles que desejam o equilíbrio e a consciência da Natureza física e etérea. A Irmandade surgiu a 834 anos, no período do Califado de Al-Andaluz.

foto